Uranium Films Festival depois do Rio+20


Seis dias após o Rio+20, decorrerá o 2º Festival Internacional de Filmes sobre Energia Nuclear. De 28 de junho a 14 de julho na Cinemateca do Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro.
A cerimónia de abertura será no dia 29.6 ás 16:00H.
Foram selecionados mais de 40 filmes, vindos de todos os continentes. Falam sobre os mais diversos assuntos do mundo nuclear, de Einstein até Fukushima.

Da programação consta a passagem de dois filmes portugueses:
“Urânio em Nisa Não”
Nisa, uma linda vila ao norte do Alentejo. Manifestam-se cidadãos contra a ameaça da exploração de urânio, antes que ela se viesse a concretizar.
O documentário também lembra a participação de Portugal na história do nuclear.
Brasil/Alemanha, 2012, 35min, Português. Direção: Norbert G. Suchanek, Produção: Marcia Gomes, Première América Latina.

“O Mal da Mina”
Exploração de urânio em Portugal: reportagem que retrata o grave problema da saúde da população da Urgeiriça e de toda a zona de Viseu. Em causa estão inúmeros casos de pessoas que adoeceram e outras que morreram vitimas de cancro.
Portugal, 2012, 29min, Português. Direção: Mafalda Gameiro.
Produção: Radiotelevisão Portuguesa - RTP

A exibição destes filmes será no dia 4 de julho, quarta-feira ás 16:00H como pode ler-se aqui:

Sem comentários: